Connect with us

Published

on

Olá amigos! Hoje eu vou falar do Injustice, um jogo incrível de luta baseado nas clássicas HQs Injustice Gods Among Us, a adaptação dos quadrinhos para o mundo dos games foi um grande sucesso e hoje eu vou compartilhar minhas impressões sobre esse jogo, então como sempre… BORA PRA ANÁLISE!!

Bom, podemos ver que a Warner usou bastante o Mortal Kombat pra fazer a base desse jogo mas claro que o gênero usado pro jogo encaixa bastante com a história, com a história a gente tem um contexto para lutarmos contra outros heróis, mesmo sendo um jogo de geração passada ele surpreende bastante em questão de gráficos.

O jogo disponibiliza um modo multiplayer onde você pode lutar com os personagens que quiser, então é ótimo você praticar ou somente se divertir lutando contra os personagens mais icônicos do universo DC, Depois do seu lançamento o jogo recebeu uma versão Ultimate para windows com +personagens e +skins sem contar nos gráficos melhorados, vale muito a pena comprar essa versão tanto pelo conteúdo a mais quanto pra melhora gráfica, então vai lá que essa versão já saiu para Xbox, PS4, PC

O jogo além de receber versões para Windows, Xbox 360, Wii U, Playstation Vita, Playstation 3, Playstation 4, ele também recebeu uma versão gratuita para IOS e Android, no geral ela não teve muitas mudanças mas como a Warner não não é burra, ela adicionou o sistema de lootbox no jogo e isso sinceramente estragou o jogo mas não muda o fato de ser um bom jogo então se você só tem seu celular em mãos corre lá!

Ele é um jogo até que rápido, eu durei +/- 5 horas pra terminar (não sou bom em jogos de luta) então se você é expert na área, sinta-se a vontade para zerar em poucas horas.

Primeramente eu gostaria de dar os parabéns para a NetherRealm por caprichar na iluminação do jogo, da pra perceber os detalhes do cenário e a interação do personagem com o cenário é perfeita, a iluminação é bem posicionada no cenário, mesmo em sua versão inicial no PS3 os gráficos já eram bem avançados pra época.

Os detalhes são simplesmente impressionantes e a variedade dos cenários é imensa, então não se preocupe se o multiplayer é repetitivo, tenha certeza que mapas diferentes é o que não vai faltar.

A recriação dos cenários dos quadrinhos estão bem fieis, se você leu os quadrinhos você vai perceber que estão bem iguais.

A gameplay do jogo é bem no estilo que conhecemos em jogos de lutas que são os combos, passivas e especiais, que mesmo sendo padrão de jogos de luta, aqui eles recebem vizuais novos para cada personagem, como por exemplo o especial do Batman que tem sua própria animação pra isso.

Cada personagem tem seu especial diferente então jogue com todos eles para descobrir!
Todas as animações dos especiais são lindas e bem acabadas, todas tem relação com o personagem que está efetuando o especial, não é uma simples animação aleatória.

O jogo também possui mecanicas padrão como a esquiva e ataque a distância, e ataques no ar e rasteiras, golpes padrões de jogos de luta.

O Enrredo do Injustice no jogo é bem mais complexo se você associar os quadrinhos a ele, então a versão que eu vou passar não tem complemento com os quadrinhos.

Depois que o Coringa destrói Metrópolis com uma arma nuclear (enganando Superman, que acreditava estar lutando contra Apocalypse mas acaba matando Lois Lane e o seu filho não nascido), Superman assassina o Coringa diante de Batman e estabelece uma nova ordem mundial. Ao longo dos meses, a batalha entre as forças do Regime do Superman e os aliados da Rebelião de Batman tem continuidade e ai se inicia a jornada do game.

essa história me lembra de Superman reino do amanhã que apresenta um Superman Nazista no início da hq, que a propósito eu recomendo muito vocês darem uma olhada nessa hq que é ótima!

Injustice reúne o universo DC em um só mundo, trazendo vários personagens como:

-Aquaman
-Arqueiro verde
-Caçador de Marte

Além de vários personagens temos também varias skins para cada personagem, então o que não vai faltar é desafios para desbloquear skins!

HISTORIA (9,7/10)
GAMEPLAY (6,9/10)
LEVEL DESIGNER (8,9/10)
PERSONAGENS (9,3/10)

Twitter:SEGUIR

Facebook:SEGUIR

Blog:VISITAR

Obrigado por ler, até a próxima!

Análise

ANÁLISE de Huntdown

Huntdown é um jogo indie que apostou na proposta de um game estilo retrô de plataforma dos anos 90 com um incrível vizual cyberpunk então esse jogo merece muito uma análise

Published

on

Olá amigos! Hoje vamos analisar Huntdown, um jogo que traz artes lindas e muito bem feitas ao estilo cyberpunk dos anos 90, os sprites são lindos e detalhados com o estilo de jogos do snes como metroidvania e suas artes no estilo pixel art que é de encher os olhos.

O jogo tem uma incrível variação de inimigos a cada fase, os chefes são muito bem desenhados para combinar com cada fase, é realmente incrível o cuidado que eles tiveram na criação das fases para que os inimigos combinem com os ambientes.

O jogo é um verdadeiro sucesso e conquistou varias notas altas em avaliações dos críticos, o jogo se destacou bastante por sua proposta de tema e arte retro que é um estilo bem conhecido nos jogos indies.

Os personagens são muito bem feitos e estilizados, é possível perceber que eles são inspirados em personagens de séries dos anos 90 como o Jaspion, Mow Man, Anna Conda e John Sawyer são os personagens principais do jogo, cada um tem sua história pessoal contada no game, no início você pode escolher um dos três para iniciar então escolha com sabedoria.

O ciclo de gameplay se resume em passar as fases e eliminar os chefes no final da fase, não é uma tarefa repetitiva e muito menos fácil, mesmo estando no modo Facil você tem uma certa dificuldade em alguns chefes então não jogue achando que vai zerar de primeira.

O jogo é realmente incrível pessoal, recomendo bastante pra você que quer jogar algo novo, o jogo ta muito bonito e o melhor! ele é multiplataforma então você pode jogar de qualquer lugar.


NOTA FINAL

GAMEPLAY (10/10)

LEVEL DESIGNER (9,8/10)

HISTÓRIA (9,9/10)


Gostou do meu trabalho? Entre em contato!

Email- [email protected]

Me siga no twitter!

SEGUIR

Obrigado por ler, até a próxima!

Continue Reading

Análise

ANÁLISE de Slender The Arrival – Analise Especial Halloween

O Halloween chegou! e para entrar no clima é claro que ia ter que rolar uma análise de jogo de terror

Published

on

Olá amigos! Sejam bem vindos a uma análise assustadora sobre a continuação de Slender the eight pages e pra começar de um jeito arrepiante percebam que a palavra HALLOWEEN está escrito de forma errada na capa da análise, enfim foi um erro sem querer… Ou será que foi proposital?😡… Hahaha, ja enrolei demais né? Entrem nos seus caixões e se escondam no sol! Vamo pra análise!

Bom pessoal vou mandar a geral, esse jogo é muito mais assustador que o primeiro! Pela primeira vez temos uma história que dê contexto pra estarmos numa floresta, e o melhor é que temos muito mais objetivos e fases nesse jogo, não ficamos limitados a uma floresta pois temos vários ambientes para que a história ande.

A base da história se forma quando Kate (supostamente a menina das oito paginas de Slender The Eight Pages) vende sua casa em Oakside Park, e sua amiga de infância Lauren recebe varias carta de sua amiga Kate e dai ela decide fazer uma visita para ela, a chegar lá a estrada está bloqueada por uma árvore caida mas ela decide ir a pé levando apenas sua lanterna e camera e a partir dai os acontecimentos do jogo começam.

O jogo traz muitos momentos tensos em que você não consegue prever o que vai acontecer, posso afirmar com toda certeza que os momentos de terror chega num nivel de Outlast mas claro que varia de pessoa pra pessoa, eu gostei bastante da ideia de o Slender não ser o único perigo no jogo já que temos outro perigo como a Kate bolada

Os ambientes estão ótimos e muito bem projetado para manter a tensão e o terror pisicologico, a iluminação do jogo é muito bem aplicada para que em certas situações você consiga progredir mesmo com a lanterna desligada.

Temos também as cartas que mostram detalhes da história e algums puzzles bem curtos para resolvermos, eu gostaria que tivesse puzzles mais complexo pra gameplay ser mais proveitosa, o jogo é até que curto em comparação a outros jogos de terror e isso eu realmente achei um pouco ruim mas acredito que se fosse mais longo o jogo ficaria parado pela falta de puzzles.

Outra parte negativa para mim foi a reação do Slender ao nos capturar, eu achei muito fraco pois não tem um susto tão impactante como eu esperava mas não se preocupem pois isso não vai incomodar em nada pois acredito que é só frescura do redator dessa análise

NOTA FINAL


GAMEPLAY (9,8/10)

LEVEL DESIGNER (9,9/10)

HISTÓRIA (9,5/10)


Gostou do meu trabalho? Entre em contato!

Email para contato- [email protected]

Me siga no twitter!SEGUIR

Obrigado por ler! Até a próxima!

Continue Reading
Advertisement

FAN GAMES do CANAL

RK Play Joga

Facebook

Advertisement

Trending