Connect with us

Published

on

Olá amigos! Sejam bem vindos a uma análise assustadora sobre a continuação de Slender the eight pages e pra começar de um jeito arrepiante percebam que a palavra HALLOWEEN está escrito de forma errada na capa da análise, enfim foi um erro sem querer… Ou será que foi proposital?😡… Hahaha, ja enrolei demais né? Entrem nos seus caixões e se escondam no sol! Vamo pra análise!

Bom pessoal vou mandar a geral, esse jogo é muito mais assustador que o primeiro! Pela primeira vez temos uma história que dê contexto pra estarmos numa floresta, e o melhor é que temos muito mais objetivos e fases nesse jogo, não ficamos limitados a uma floresta pois temos vários ambientes para que a história ande.

A base da história se forma quando Kate (supostamente a menina das oito paginas de Slender The Eight Pages) vende sua casa em Oakside Park, e sua amiga de infância Lauren recebe varias carta de sua amiga Kate e dai ela decide fazer uma visita para ela, a chegar lá a estrada está bloqueada por uma árvore caida mas ela decide ir a pé levando apenas sua lanterna e camera e a partir dai os acontecimentos do jogo começam.

O jogo traz muitos momentos tensos em que você não consegue prever o que vai acontecer, posso afirmar com toda certeza que os momentos de terror chega num nivel de Outlast mas claro que varia de pessoa pra pessoa, eu gostei bastante da ideia de o Slender não ser o único perigo no jogo já que temos outro perigo como a Kate bolada

Os ambientes estão ótimos e muito bem projetado para manter a tensão e o terror pisicologico, a iluminação do jogo é muito bem aplicada para que em certas situações você consiga progredir mesmo com a lanterna desligada.

Temos também as cartas que mostram detalhes da história e algums puzzles bem curtos para resolvermos, eu gostaria que tivesse puzzles mais complexo pra gameplay ser mais proveitosa, o jogo é até que curto em comparação a outros jogos de terror e isso eu realmente achei um pouco ruim mas acredito que se fosse mais longo o jogo ficaria parado pela falta de puzzles.

Outra parte negativa para mim foi a reação do Slender ao nos capturar, eu achei muito fraco pois não tem um susto tão impactante como eu esperava mas não se preocupem pois isso não vai incomodar em nada pois acredito que é só frescura do redator dessa análise

NOTA FINAL


GAMEPLAY (9,8/10)

LEVEL DESIGNER (9,9/10)

HISTÓRIA (9,5/10)


Gostou do meu trabalho? Entre em contato!

Email para contato- [email protected]

Me siga no twitter!SEGUIR

Obrigado por ler! Até a próxima!

Continue Reading
Advertisement
Click to comment

Análise

Sonic Err – SONIC é REI DOS FATALITYS

Sonic.err é o jogo do SOnic inspirado no Sonic PC PORT e One More Time porem com uma atmosfera bem mais assutadora com a tematica da beta de 1990

Published

on

By

Sonic.err é o jogo do SOnic inspirado no Sonic PC PORT e One More Time porem com uma atmosfera bem mais assutadora com a tematica da beta de 1990

Sonic.Err – SONIC é REI DOS FATALITYS | Rk play

Espero que gostem!

Arte de @artedocarneiro

Edição @gabrielbarge

🔥 Seja Membro do canal https://www.youtube.com/channel/UCVmxV-_ds-UJeVC7w7AYQTQ/join

baixe a fan game aqui – DOWNLOAD

Me siga nas redes sociais: 👇
🐦 Twitter: /eurkplay
📷 Insta: /eurkplay
🔵 Page do Face: /rkplayss
🔥 Grupo do Face: /gamers brasil
🔴 Lives na Twitch e Facebook: /rkplay

✉️ Contato Profissional: [email protected]

rkplay #sonicexe #sonic

HISTORIA DE SONIC

Continue Reading

Análise

ANÁLISE de Resident Evil 4

Resident Evil 4 é um dos maiores clássicos da época do play 2, esse jogo foi a alegria de muitos naquela época então hoje eu vou fazer uma análise desse jogo que é tão amado por muitos.

Published

on

Olá amigos! Resident Evil 4 foi um dos maiores sucessos do PlayStation 2, trazendo uma narrativa impressionante onde estamos na pele do personagem Leon que foi convocado para descobrir o paradeiro da Ashley que é filha do presidente ou mais conhecida como o peso morto do leon por sua personalidade artificial totalmente irritante e sério, se você for jogar Resident Evil 4 vai precisar de muita paciência nas fases em que você tá com a Ashley.

Mas deixando a Ashley de lado, vamos falar sobre os inimigos do jogo e já vou dizendo que não tem como existir uma lista de inimigos mais icônicos do PS2 sem os famosos ganados, são moradores de um vilarejo que foram infectados com um vírus que iremos descobrir próximo ao final do game.

Temos vários inimigos no jogo que variam bastante a gameplay nas fases, e o jogo não se prende só em matar inimigos, temos vários puzzles durante as fases que variam ainda mais a gameplay.

Os ambientes em que o jogo se passa são impressionantes pela qualidade gráfica do PS2, tem ambientes que trás muitos momentos de tensão principalmente pela trilha sonora que é muito boa e bem tensa.

Outra coisa incrível é a quantidade de itens e armas que o jogo oferece ao longo da gameplay, o jogo oferece um inventário extenso de itens tanto para cura quanto ataque,recarga de armas e muito mais, de todas as armas do jogo a que eu mais gostei foi a Chicago Typewriter por seu poder de fogo ótimo e a recarga ilimitada mas para conseguir você vai precisar terminar a Separate Ways e aguardar ela aparecer.

Mas agora vou ser sincero… Eu odeio a movimentação do Leon, eu acho ela um pouco lenta pra um jogo em 3° pessoa, eu não sei se é minha impressão ou é assim mesmo.

Cara os chefões desse jogo são simplesmente incríveis, são muitos chefes que você vai enfrentar ao longo do jogo, um mais forte que o outro com muitas características diferentes na gameplay, e isso é até que divertido pois não deixa o jogo ficar chato tão fácil (a não ser que a Ashley esteja com você hahahaha).

NOTA FINAL


GAMEPLAY (7,9/10)

LEVEL DESIGNER (8,6/10)

HISTÓRIA (8,2/10)


Gostou do meu trabalho? Entre em contato!

[email protected]

Me siga no twitter!

SEGUIR

Obrigado por ler, até mais!

Continue Reading
Advertisement

FAN GAMES do CANAL

RK Play Joga

Facebook

Advertisement

Trending